topocolunavip

Publicidade
Cheila Naves

Cheila Naves

Mãe de três filhas, casada, cristã, professora do IFTO, empresaria de uma academia exclusivamente feminina. Foi a primeira coordenadora do projeto social internacional Brasil - Canadá, que trabalhava com mulheres em estado de vulnerabilidade.

A Universidade Federal do Tocantins e a Prefeitura de Wanderlândia iniciaram as tratativas para a construção do projeto de desenvolvimento do Polo Turístico do município. A atuação da instituição de ensino será realizada por meio do curso de Turismo.

Os ajustes para o início do projeto  foram realizados  durante reunião  entre professores, alunos da  UFT e o secretário  municipal de Governo, Turismo e Cultura, Junior Luiz. “Nós temos um potencial muito grande para o ecoturismo e precisamos explorar essa alternativa como forma de fomentar a nossa economia”, explicou o gestor.

Com 1.095 docentes efetivos e 859 técnicos administrativos, a UFT possui um quadro de profissionais que constroem a sua história junto à universidade desde o processo de sua criação. São centenas de profissionais que se formaram na instituição e continuaram suas trajetórias somando e contribuindo com o crescimento e consolidação da UFT.

Alice Agnes Mota é uma dessas pessoas. Ela que foi aprovada em três concursos públicos da UFT, um para técnico em 2006, um para professora em 2013 e outro para professora em 2014, afirma que viveu a universidade em quase todas as suas perspectivas - como aluna de graduação, de pós-graduação, como servidora, como docente e como gestora, coordenando o curso de Jornalismo de 2017 a 2019.

Com o intuito de promover o incentivo ao protagonismo indígena por meio da formação acadêmica, partindo do pressuposto da necessidade de formar profissionais qualificados e inseridos em contexto politico e socioculturais e que ainda colaborem com a luta pela conquista da autonomia e da sustentabilidade de seu povo é que o curso de Direito da Universidade Federal do Tocantins (UFT) realizará uma programação especial no dia 16 de abril.

O evento faz parte do Projeto de Extensão Indígena na Universidade: “uma reflexão consciente ao incentivo e adaptação juvenil do ingresso nas universidades”. De acordo com os organizadores do evento, na ocasião alunos da 3° e 4° série do curso técnico de informática e enfermagem do Centro de ensino médio indígena Xerente Wara (Cemix) farão um tour pela universidade, conhecendo diversos projetos realizados pela UFT e inteirando-se das possibilidades que estão ao seu alcance.

Férias não é apenas sinônimo de descanso, pelo contrário, para muitos é um período que deve ser aproveitado para aprender mais. Pensando nisso o Centro de Idiomas da Universidade Federal do Tocantins - Câmpus de Palmas - divulgou o calendário de inscrições para os seus Cursos Intensivos de janeiro. Serão ofertados os cursos de Inglês nos níveis Intro I, Intro II e Interchange I, Espanhol A1 e Francês Básico I.

A Gestão da UFT viabilizou o montante de R$ 2.517.030 para compra de painéis de fotovoltagem por meio de captação de recursos extraorçamentários junto ao Ministério da Educação (MEC). A ação possibilitará uma redução no gasto com energia elétrica entre 10% a 15%, que, em valores absolutos, representam uma economia entre R$ 800 mil a R$ 1,2 milhão ao ano.

A Feira Tecnológica Universidade e Empresa (Unitec), conta com exposições de diversos alunos das Universidades tocantinenses, em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Federação das Empresas do Estado do Tocantins (Fieto).

Um composto desenvolvido a partir de fruta Noni, por pesquisadores do Câmpus de Gurupi, usado como repelente e inseticida é um dos produtos que apresentados na I Unitec (Feira Tecnológica Universidade Empresa), que segue com exposições até hoje (22).

O Diário Oficial da União do último dia 18 de outubro veio com boa notícia para a Universidade Federal do Tocantins. A UFT teve seu recredenciamento aprovado por unanimidade, por mais oito anos, pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) do Ministério da Educação (MEC), com conceito 4, de um máximo de 5.

Nesta terça e quarta-feiras (11 e 12 de setembro), o Câmpus de Araguaína sedia o VII Seminário Bem Viver Indígena. O evento traz o lema "Viver bem - saúde, água e território" com temáticas e debates voltados para "Os impactos  dos grandes empreendimentos nas fontes de água dos povos do cerrado".

Quinta, 30 Agosto 2018 11:33

UFT em Movimento promove esporte, saúde e bem estar

Publicado por

Vinte projetos nas áreas de esporte e qualidade de vida foram premiados para serem realizados nos sete Câmpus da UFT. A intenção é promover o esporte e melhorar a qualidade de vida das comunidades acadêmicas e externas da universidade. A iniciativa foi possível, por meio de edital lançado pela Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários (Proex), que selecionou os melhores projetos inscritos. O resultado você confere aqui.

Página 1 de 4
Publicidade

Colunistas

Acesso Restrito

Contato

© Todos os direitos reservados. Ivonete Eich / Coluna VIP Tocantins | 2013-2017.

Desenvolvido por OceanoAzul 100x27