topocolunavip

Publicidade

A Defesa Civil Municipal orienta a população sobre como agir em casos de inundação, alagamentos e enxurradas, principalmente as pessoas que moram próximas aos córregos.

Recomendações:

- Em caso de alagamentos, é recomendável que os moradores deixem seus bens em locais elevados, evitem permanecer no imóvel durante as chuvas e procurem casas de familiares seguras para se abrigarem.

- É recomendável não usar equipamentos elétricos que tenham sido molhados ou que estejam em locais inundados, pois há risco de choque elétrico e curto-circuito.

- Durante as chuvas evite ficar em contato com direto com a água contaminada da enchente, pois ela pode provocar doenças.

- Evite se deslocar durante as chuvas para evitar acidentes, pois a água das enxurradas pode encobrir bueiros sem tampas ou encobertos pela água. Em caso de ventos fortes, cuidado com as quedas de árvores, fios, postes e semáforos.

- Não deixe crianças brincando na enxurrada ou nas águas dos córregos, pois elas podem ser levadas pela correnteza ou contaminar-se, contraindo doenças graves, como hepatite e leptospirose.

- Ainda de acordo com a Defesa Civil Municipal, os moradores de regiões propensas a inundações devem manter-se informados sobre as condições e alertas meteorológico para não serem pegos desprevenidos.

- Seja solidário: avise seus vizinhos sobre o perigo, no caso de casas construídas em áreas de risco e alagamentos. Em caso de iminente perigo entre em contato com a Defesa Civil Municipal pelo fone 153 ou pelo celular 99242-3285.

Publicado em Destaques

Neste período chuvoso a Defesa Civil de Palmas alerta a população sobre alguns cuidados durante os períodos de precipitações intensas. O superintendente da Defesa Civil, Bruno Maciel, orienta as pessoas a procurarem abrigos em locais seguros em caso de emergência e ele dá outras dicas. “Como entramos no período de chuvas quem puder deve evitar sair de casa ou de locais protegidos durante os períodos de fortes precipitações. Quem estiver na rua não é recomendado se proteger embaixo de árvores, já que elas podem cair ou atrair raios”, destacou.

 Outras dicas do órgão é prestar muita atenção ao ligar equipamentos elétricos e eletrônicos; não estacionar os carros próximos a árvores e postes de iluminação, além de sempre permanecer no veículo durante as chuvas com raios. “É bom limpar o telhado e calhas das casas, mas é fundamental não jogar lixo em terrenos baldios, bueiros, quintais e nem em ruas e córregos”, ressaltou o superintendente.

A Defesa Civil informa ainda que a população pode entrar em contato com a instituição caso suspeite de problemas estruturais em suas residências, estabelecimentos e nas vias públicas. Os telefones de contato são o 153 e 99242-3285.
Foto Luciana Pires

Publicado em Jéssica Farias

A Prefeitura de Palmas, por meio da Defesa Civil Municipal, formalizou, na manhã desta terça-feira, 12, um Termo de Cooperação para adesão de voluntários em ações de prevenção e combate a queimadas em Palmas. Na ocasião, também foi entregue uma viatura Mitsubishi L200 Triton para reforço às ações de campo da instituição. O documento foi assinado durante café da manhã com bombeiros civis voluntários, realizado no Parque Cesamar.

O prefeito Carlos Amastha frisou a importância desta parceria. “Esse trabalho que está sendo realizado pela Defesa Civil com os voluntários é fantástico. Já combatemos mais de 100 incêndios e o fato de envolvermos o cidadão é muito importante porque repercute perante a sociedade a gente precisa que cada vez mais as pessoas se conscientizem sobre a importância que tem para nossa cidade a preservação do meio ambiente”, disse Amastha.

“Hoje estamos em uma situação confortável, apesar de o Tocantins ser o segundo no ranking nacional de queimadas, Palmas está na 72ª posição dentro do Estado porque estamos conseguindo controlar essas queimadas isso em grande medida em razão do envolvimento da comunidade neste processo de prevenção”, ressaltou o superintendente da Defesa Civil Municipal, Iranilto Sales.

“Temos 17 voluntários no combate a incêndio, temos uma brigada voluntária comunitária em Taquaruçu Grande com mais umas 15 pessoas e hoje já temos adesão de mais cinco voluntários que atuam na prevenção e combate aos incêndios. Desde 1º de junho, este trabalho está sendo feito em Palmas e acreditamos no envolvimento da comunidade para garantir que as queimadas sejam controladas através de ações de prevenção e fiscalização”, citou Sales.

“Já havíamos trabalhado com o serviço voluntário anteriormente no combate à dengue na Região Norte da Capital e acabamos mantendo contato. Achamos que é importante fazer este trabalho voluntário porque estamos colaborando com a cidade, com nossos vizinhos. Somos uma profissão não muito visada, então queremos disseminar essa ideia com parceria”, disse bombeiro civil voluntário José Alencar.

Comunidade envolvida

Além do monitoramento e combate às queimadas, segundo Iranilto Sales, o município tem investido em atividades de sensibilização de moradores e proprietários rurais de Palmas, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural (Seder), ensinando alternativas para evitar o uso do fogo e realizando atividades programadas para todo o período de estiagem.

O valor desta iniciativa foi ressaltado por representantes da ONG Movimento de Proteção à Bacia do Taquarussu Água Doce, que realizam na região de Taquaruçu ações de preservação de nascentes. “Ficamos satisfeitos em saber da colaboração desses grupos. Queremos proteger nossas matas, nascentes e belezas e sabendo que as queimadas são um grave risco à vegetação que envolve as nascentes, por isso entendemos que é preciso mudar a cultura da nossa sociedade”, disse o integrante da ONG Água Doce, Ruy Bucar.⁠⁠⁠⁠
Da Secom

Publicidade

Colunistas

Acesso Restrito

Contato

© Todos os direitos reservados. Ivonete Eich / Coluna VIP Tocantins | 2013-2017.

Desenvolvido por OceanoAzul 100x27