topocolunavip

Publicidade

Depois de um dia movimentado com a chegada dos atletas, o primeiro dia oficial dos Jogos Escolares da Juventude começou movimentado, com a estreia, nesta quinta-feira, 12, das quatro modalidades da competição: futsal, vôlei, basquete e handebol, masculino e feminino em duas faixas etárias, de 12 a 14 e 15 a 17 anos.

Logo cedo foi dada a largada e 25 partidas abriram a competição em diversos pontos da cidade. Na Escola de Tempo Integral (ETI) Almirante Tamandaré os times femininos de futsal do estado do Amapá (AP) e do Distrito Federal (DF) deram início aos jogos que garantem vaga na grande final que acontece em Blumenau (SC), em novembro.

Na ETI Padre Josimo Morais Tavares os times de handebol feminino de Roraima (RR) e Pará (PA) iniciaram as partidas seguidos das equipes de Rondônia (RO) e Mato Grosso (MT). Nas quadras do Colégio Marista foi a vez das meninas do vôlei do Distrito Federal e do Amapá pegarem na bola e lutar pelo título.

O técnico da equipe de futsal feminino do Amapá, Fabrício Lima, disse que depois de ter ganhado as fases municipais e estaduais chegam com toda força para lutar pelo título regional e chegar forte no Sul do país, na etapa nacional, e ser campeão. “É uma satisfação estar participando aqui em Palmas, uma situação nova paras as meninas que vivem essa experiência pela primeira vez, por isso esperamos sair com o melhor resultado daqui”, disse parabenizando o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) pela organização do evento. “Gostaria ainda de parabenizar a prefeitura da cidade que está dispondo os ambientes dos jogos com uma qualidade absurda. Essas escolas municipais são bem melhores que as outras do Brasil”.

O técnico da equipe de futsal feminino do Pará, Jhones Oliveira, aguardava para entrar em quadra com sua equipe contra as meninas do estado do Amazonas, também falou sobre as expectativas da equipe e da qualidade das estruturas escolares da Capital. “Nossa equipe vem fazendo um trabalho forte, espero que todas as meninas entrem bem física e psicologicamente”, disse, ressaltando a qualidade da escola que recebe as meninas. “O meu estado é grande, mas não possui estrutura como esta, que supera todas as escolas públicas e muitas particulares”, finalizou.

A atleta do Amazonas Camila Dutra, 16 anos, disse que foram longas horas de viagem e chega com vontade de vencer, e para isso toda a equipe está focada. “Foram 18 horas de viagem, mas estamos focadas e confiantes que vamos alcançar a vitória”.

O gerente de Esportes de Base do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e coordenador Geral dos Jogos Escolares da Juventude, André Mattos, declarou que o objetivo do COB é levar cada vez mais os jogos para lugares diferentes. “Nossa expectativa está sendo super atendida, com a Prefeitura absorvendo as questões que são locais, com as estruturas funcionando bem, tudo no horário. Estamos muito satisfeitos”.
Deni Rocha
Foto Edu Fortes

Publicado em Talita Brunes

Em reunião com integrantes do Comitê Olímpico do Brasil (COB) a prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, decidiu que Palmas irá concorrer para sediar, em setembro de 2019, a etapa regional Norte dos Jogos Escolares da Juventude (JEJs). A competição faz parte do maior evento estudantil esportivo do Brasil e reunirá cerca de dois mil atletas de delegações dos sete estados do Norte e do Distrito Federal e Mato Grosso.

Se aprovada para realizar a competição, Palmas será palco dos torneios classificatórios de basquete, futsal, handebol e vôlei (masculino e feminino, em duas categorias de idade - 12 a 14 e 15 a 17 anos) em 12 ginásios. LEIA MAIS :

Publicado em Ivonete Eich
Publicidade

Colunistas

Acesso Restrito

Contato

© Todos os direitos reservados. Ivonete Eich / Coluna VIP Tocantins | 2013-2017.

Desenvolvido por OceanoAzul 100x27